Paulo Sousa - Até ao Fim do Mundo

Portuguese

Até ao Fim do Mundo

Nunca cheguei a ser só teu
Nunca tentei dar-te tudo o que é meu
Nunca estarei a um passo do céu
Fui sempre alguém que nunca te entendeu!
 
Mas é no silêncio do nosso abraço
Que tudo é dito, tudo é vivido!
E é no momento em que entro em colapso
Que não desisto, que te persigo
Até ao fim do mundo!
 
Mas o vento quer levar
O que resta de ti
E não posso fraquejar
Eu não posso parar aqui!
 
Mas é no silêncio do nosso abraço
Que tudo é dito, tudo é vivido!
 
Mas é no silêncio do nosso abraço
Que tudo é dito, tudo é vivido!
E é no momento em que entro em colapso
Que não desisto, que te persigo
Até ao fim do mundo!
 
Submitted by ulissescoroa on Thu, 08/02/2018 - 02:22
Thanks!

 

Paulo Sousa: Top 3
Comments